quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Histologia 4 - final: Tecido nervoso

 As células constituintes do tecido nervoso são os neurônios e as células da glia (estas, nutrem os neurônios, fundamentais para a atividade do tecido). O tecido nervoso é exclusivo dos animais.

 Componentes do neurônio:
 - Dendritos: são prolongamentos (ramificações) que recebem os estímulos.
 - Axônio: porção alongada da célula. Transmite os impulsos celulares.
 - Pericário: corpo celular (abriga o núcleo).

 Principais células da glia (neuróglia):
 - Astrócitos: nutrição dos neurônios;
 - Oligodendrócitos: formam a bainha de mielina no sistema nervoso central (SNC);
 - Micróglia: fagócitos para a defesa do neurônio;

 O impulso:
 A transmissão é feita: dentrito -> corpo -> axônio

 O que são células de Schwann?
 Células especiais que envolvem o axônio dos neurônios, formando assim uma capa, chamada de bainha de mielina (composta por lipídios).

 Para que serve a bainha de mielina?
 Isolamento elétrico e aumenta a velocidade de propagação do impulso.

 O que são nódulos de Ranvier?
 São os espaços entre as bainhas, importantes para que haja a propagação do impulso nervoso.

 Como ocorre a propagação do impulso nervoso:
 O neurônio é negativo (mais íons negativos em seu interior) quando está em repouso. O meio extracelular é positivo, ou seja, há uma diferença de potencial nos meios. Após receber um estímulo, a membrana do neurônio fica permeável à íons Na+, portanto o sódio entrará por difusão no neurônio. Há uma despolarização.
 Neurônio em repouso: polarizado;
 Neurônio estimulado: despolarizado;
 A parte despolarizada, abrirá canais de sódio para o lado, despolarizando o caminho. Enquanto isso, haverá K+ (potássio) saindo do interior do neurônio, repolarizando-o.
 Entra sódio e sai potássio.
 Ao chegar no fim do axônio, passará a entrar cálcio ao invés de sódio. Ao chegar no fim, libera neurotransmissores.

 Lembre: O impulso no interior é elétrico, e entre neurônios é químico.